Pesquisar Apaes

Você deseja ir para qual instituição Apae? Clique nas setas para visualizar as opções.

Estado

Unidade

Escola Especial Recanto Esperança

Há um processo em curso denominado “inclusão”. Este processo propõe desafios para novas descobertas e para que isso aconteça é fundamental que todos os profissionais nutram grandes expectativas pelo aluno. Deverão cuidar para não eliminar as diferenças em favor de uma suposta igualdade, mas sim, estando atentos a singularidade que compõe a turma. É necessário oferecer oportunidades educacionais que possam garantir o desenvolvimento de suas habilidades e competências, a fim de contribuir para o pleno desenvolvimento do seu potencial e/ou minimizar suas dificuldades. Este trabalho educacional é definido por uma Proposta Pedagógica que assegura recursos e serviços especiais organizados institucionalmente para apoiar, complementar e substituir o ensino regular, de modo a garantir a educação escolar e promover o desenvolvimento das potencialidades dos alunos que apresentam necessidades educacionais especiais. O profissional partilha com o aluno a construção e autoria das diversas formas do aprender.

Escola de Educação Especial Recanto Esperança

A Escola de Educação Especial Recanto Esperança, mantida pela APAE, atende alunos com deficiência intelectual e múltipla, de segunda a sexta-feira, nos turnos da manhã e da tarde. É composta por Ciclos de Aprendizagem. 

Objetivos Específicos Escola Especial:

• Oferecer atendimento especializado através de equipe específica e habilitada às pessoas com deficiência intelectual e múltipla, observando seus limites e suas potencialidades;

• Promover a autonomia, a inclusão social e a melhoria da qualidade de vida das pessoas com deficiência intelectual e múltipla e suas famílias;

• Oferecer espaços de interação e integração social com seus pares e com a comunidade estimulando as relações interpessoais e a sociabilidade dos beneficiários;

• Atuar na defesa dos direitos das pessoas com deficiência e desenvolver ações especializadas para a superação de violação de direitos dos beneficiários e suas Famílias;

• Promover a acessibilidade a benefícios a programas socioassistencias;

• Orientar sobre situações de sobrecarga e desgaste de vínculos provenientes da relação intrafamiliar e de cuidados permanentes que a deficiência impõe:

• Fortalecer vínculos familiares, através de ações de profissionais habilitados, oportunizando familiares e cuidadores a perceberem suas capacidades e potencialidades;

• Estimular nos beneficiários a capacidade de solucionar pequenos problemas do dia-a-dia

• Avaliar a pessoa com deficiência intelectual e múltipla através de equipes específica e habilitada pontuando as necessidades e potencialidades dos beneficiários;

• Elaborar plano de atendimento individual e familiar baseado no processo avaliativo interdisciplinar, apontando as necessidades e potencialidades de cada beneficiário a cerca da melhor forma de lidar com as dificuldades cotidianas, ampliando sua capacidade de superação de obstáculos, promovendo a autonomia a autoestima, e cidadania dos sujeitos envolvidos no processo;

• Executar, promover e articular serviços, programas e projetos prevenindo a exclusão social da pessoa com deficiência;

• Atuar em rede, mantendo articulação com serviços da rede Municipal como: SMED, CRAS, CREAS, CAPES, COMDICA e Conselho Tutelar;

• Atuar na interface das políticas públicas, defendendo e lutando pela ampliação dos direitos da pessoa com deficiência, inclusive com ações voltadas a inclusão no mundo do trabalho. 

 Ciclos de Aprendizagem

Os Ciclos de Aprendizagem são espaço de intervenção a fim de construir conhecimentos que possibilitem a autoria do pensamento no seu processo de criar, construir e aprender, investindo nas diferenças e na riqueza de um ambiente que confronta significados, desejos e experiências.
As propostas de trabalho desenvolvidas com os grupos consideram aspectos como:

  • Ritmo próprio de cada aluno;
  • Expectativas individuais como um recurso para a aprendizagem;
  • Participação ativa de todo o grupo;
  • Partir do conhecido para o desconhecido, do concreto para o abstrato;
  •  Valorizar mais o processo de aprendizagem do que os resultados.

Os Ciclos de Aprendizagem são formados de acordo com a faixa etária, as áreas de interesse dos alunos e o desempenho geral. São divididos em:

  • Ciclo 1
  • Ciclo 2
  • Ciclo 3
  • Ciclo 4 e 
  • Ciclo 4 Avançado

Endereço:
Rua João Luderitz, 319 • Sapiranga • RS
E-mail:
sapiranga@apaers.org.br
Telefone:
(51) 35992647